Unifeso - Professor do curso de Medicina tem pesquisa sobre portal de saúde na atenção primária publicada pela BMC Medical Education

CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS




Professor do curso de Medicina tem pesquisa sobre portal de saúde na atenção primária publicada pela BMC Medical Education

28-07-2021

Para a maioria das pessoas, a porta de entrada para muitos sistemas de saúde é a Atenção Primária (AP). Por isso, oferecer soluções para as demandas das comunidades atendidas exige o constante preparo de profissionais, principalmente médicos e alunos de graduação em Medicina. 

E para tornar a Atenção Básica um cenário ainda mais interessante aos alunos, o professor José Roberto Bittencourt Costa, professor do curso de Medicina do Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso), junto com outros pesquisadores do  Instituto Oswaldo Cruz - FIOCRUZ, desenvolveu a pesquisa “Uso de um portal de saúde baseado em evidências para melhorar o ensino e a aprendizagem na atenção primária: uma avaliação de  métodos mistos”, que foi publicada na BioMed Medicine, periódico da BioMed Central, uma organização britânica que agrega dezenas de periódicos e compartilha em tempo real, pesquisas de alta qualidade abertas a todos na área da Ciência, Tecnologia, Engenharia e Medicina.

O estudo foi desenvolvido como parte da pesquisa de doutorado em Ensino em Biociências e Saúde no Instituto Oswaldo - FIOCRUZ , do professor José Roberto, que também é o coordenador do Centro Médico do HCTCO. No estudo, ele apresenta uma análise e propostas de formas de aprimorar os processos de ensino e aprendizagem facilitados pelas Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF), a partir da utilização de portais eletrônicos com critérios de medicina baseada em evidências.

Segundo o professor, a inserção dos graduandos em Medicina no cenário da Atenção Básica ainda cria resistências, por isso a ideia inicial foi tornar este cenário mais atraente aos estudantes. “Posteriormente, acabamos estendendo essa pesquisa aos docentes a fim de verificar suas impressões de como otimizar a Atenção Básica no processo de ensino-aprendizagem aos alunos que ali perpassam”, conta o professor.

Como metodologia os autores realizaram um estudo qualitativo/quantitativo com alunos e professores de medicina da Atenção Primária (AP), por meio da aplicação de um questionário de perguntas abertas e fechadas em escolas de medicina, entre elas o Unifeso, a fim de identificar o que poderia melhorar no processo de ensino-aprendizagem nesse cenário, tendo sido a melhoria da  "capacitação do preceptor" apontada. Em uma segunda fase foram realizados encontros com alunos e seus instrutores durante seis meses envolvendo a utilização de Portais Eletrônicos como uma ferramenta para esse aperfeiçoamento e aplicando, então, novos questionários em escala Likert (escala para questionários, usada para medir posturas e opiniões em nuances mais aprofundadas) para pré e pós-avaliação.

Com o estudo, os pesquisadores chegaram à conclusão de que a utilização de portais eletrônicos pode facilitar o ensino e a aprendizagem da UBSF e promover a saúde dos usuários.

Confira a publicação na íntegra aqui.



Por Giovana Campos

 

Outras Notícias





Atendimento On-line