CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ORGÃOS




Cursos da Saúde do UNIFESO prestam atendimento à comunidade da Fazenda Ermitage

10-05-2018

Acadêmicos da área da Saúde do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) realizaram mais uma grande ação no sábado, dia 5 de maio, voltada para moradores do Conjunto Habitacional Ermitage, conhecido como Fazenda Ermitage. 

Sob a supervisão e orientação de professores, estudantes de Medicina e Enfermagem prestaram serviços como aferição de pressão arterial, verificação de glicemia capilar e IMC, orientação sobre DST/ Aids e sobre câncer de colo de útero, mamas e próstata, além de vacinação contra a gripe e febre amarela. Já os futuros fisioterapeutas deram informações e orientações sobre as dores e desconforto originário da coluna vertebral, popularmente classificada como 'dor nas costas'. O grupo do curso de Farmácia fez consulta Farmacêutica, falou sobre automedicação, adesão de tratamento e descarte de Medicamentos. Uma turma de Ciências Biológicas explanou questões sobre mosquitos e saúde, falando sobre Febre Amarela. O curso de Medicina Veterinária participou dando orientações sobre o cuidado com os animais e vacinação. Os estudantes de Odontologia também marcaram presença fazendo avaliação da saúde bucal e mostrando os cuidados corretos para a higiene da boca com distribuição kit’s de escovação.

Para o morador Marcelo Pinto de Oliveira, “o ideal seria ter um posto de atendimento com profissionais como estes aqui dentro do condomínio, com ações assim toda a semana. Gostei muito da iniciativa e toda ajuda é válida. Estou aproveitando este sábado para dar uma atenção melhor à minha saúde e vacinar meu filho e meu cachorro”. 

“É muito bom ver a receptividade das pessoas, principalmente das crianças que ficam animadas com a nossa abordagem, aceitando bem as nossas orientações e saindo felizes com os kit’s de escovação”, disse a estudante do primeiro ano de Odontologia, Júlia Reis. 

De acordo com a preceptora Renata Mendes, supervisora do Centro de Ciências da Saúde (CCS), as atividades fazem parte do fortalecimento de um trabalho desenvolvido nos condomínios através do IETC com os cursos do CCS, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde através do Contrato Organizativo de Ação Pública Ensino-Saúde (COAPES). “Essa inserção tem sido extremamente valiosa pelo amparo emocional e estrutural desta comunidade, formada pelas vítimas da tragédia de 2011. Estas pessoas, em sua maioria sofridas e desassistidas, estão na busca de mudar sua realidade e trajetória de vida”, notou.